Etanol: Mercado

Panorama do etanol de milho: Números inéditos detalham a produção com o grão [atualizado]

Levantamento com base em informações da ANP explora, mês a mês, o volume produzido de etanol de milho e o processamento do grão


novaCana.com - 18 ago 2020 - 10:33 - Última atualização em: 28 ago 2020 - 14:30

Atualização (24/08, às 11h10): O texto e os gráficos abaixo foram atualizados a pedido da FS Bioenergia. Segundo a companhia, os dados originalmente enviados à ANP estavam errados. Ao longo da reportagem, todos os números referentes ao grupo e, consequentemente, os acumulados nacionais foram corrigidos.

Atualização (28/08, às 14h35): Foi realizada uma correção nas unidades correspondentes ao processamento do grão.

Ao longo das últimas safras, a União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) tem acompanhado a participação do etanol de milho na produção do biocombustível brasileiro. Nos números finais da safra 2017/18, por exemplo, a instituição divulgou que a produção acumulada de etanol de milho chegou a 521,58 milhões de litros, um aumento de 123% em relação ao volume produzido em 2016/17.

A partir da safra 2018/19, a Unica passou a trazer um acompanhamento mais frequente e, em 2019/20, toda quinzena apresentou novos dados sobre a produção do renovável com o grão, que crescia mês a mês. A safra mais antiga foi encerrada com 791,43 milhões de litros; já em 2019/20, o volume chegou a 1,62 bilhão de litros.

De acordo com dados inéditos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), atualmente existem 14 usinas ativas que produzem etanol com o milho, localizadas em cidades de São Paulo, Paraná, Goiás e Mato Grosso. Destas, sete utilizam apenas o grão para gerar o renovável e as outras sete também utilizam a cana-de-açúcar no seu processo produtivo.

Considerando o período de janeiro a dezembro de 2019, estas usinas produziram 2,12 bilhões de litros de etanol, dos quais 711,86 milhões (33,63%) foram fabricados pelas unidades que utilizam somente o grão como matéria-prima.

Já no primeiro quadrimestre de 2020, 14 usinas produziram 787,82 milhões de litros do renovável, sendo que 488,32 milhões (64,1%) foram apenas com o milho. Os estados que mais se destacam nesta produção são Mato Grosso e Goiás, onde novas unidades estão sendo construídas e devem aumentar a produção total brasileira até o fim do ano.

Confira, no texto completo restrito para assinantes, um panorama da produção de etanol de milho em 2019 e 2020, com gráficos e análises sobre:

- O rendimento das usinas de milho
- Uma comparação entre as unidades que utilizam o grão e a de cana-de-açúcar
- A produção dos estados
- A perspectiva para os próximos anos


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail