Usinas

Cinco usinas de milho devem ficar prontas em 2020; não há previsão para unidades de cana

Das unidades em construção no país, dez são de milho, seis de cana, uma é flex e uma é de soja; apenas sete delas têm previsão de conclusão


novaCana.com - 04 fev 2020 - 09:52

As 18 usinas de etanol atualmente em construção poderiam acrescentar 9,29 milhões de litros diários à oferta. Porém, esse volume não estará disponível tão cedo.

Do total de unidades em construção, apenas sete afirmaram à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) que têm prazo para a conclusão das obras. Com elas, a oferta extra somaria pouco menos da metade do volume previsto, 4,62 milhões de litros, entre etanol anidro e hidratado.

Além disso, o cenário demostra que o etanol de milho domina os novos empreendimentos. Apesar de existirem usinas de etanol de cana-de-açúcar em construção, não há perspectiva de que qualquer uma delas seja concluída nos próximos anos.

Conforme a ANP, a previsão é enviada pelas próprias usinas e pode sofrer alterações. Além disso, a entidade ressalta que as companhias estão dispensadas da autorização de construção das unidades, de acordo com a resolução ANP nº 734/2018, porém é obrigatória a obtenção de Autorização de Operação junto à agência após a construção.

Segundo a ANP, estão em construção 18 usinas: dez de milho, seis de cana-de-açúcar, uma flex e uma de soja. Das que usarão milho como matéria-prima, cinco estão previstas para serem finalizadas ainda em 2020, sendo que quatro devem ser concluídas até julho.

Ainda assim, nem todas as unidades supostamente em construção têm data de início ou término informada.

Confira, na versão completa, mais detalhes sobre as usinas em construção e um infográfico explicativo do cenário atual de novos empreendimentos.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail