Usinas

Grupo Moreno usa DIP Finance para pagar R$ 1 bi a credores e encerrar recuperação judicial


Agência Estado - 10 jan 2022 - 09:19

O Grupo Moreno, do setor sucroenergético, iniciou o pagamento de R$ 1 bilhão a credores no âmbito de sua recuperação judicial, homologada em 2020. Com isso, a empresa espera liquidar o processo de recuperação.

Parte da dívida será paga com recursos próprios e, outra parte, com uma operação de DIP Finance – uma modalidade de financiamento para empresas em recuperação judicial. O grupo foi assessorado pela Felsberg Advogados.

O sócio fundador do Santos Neto Advogados, Domicio Santos Neto, que trabalhou na operação, afirmou ao Broadcast Agro: “É a primeira vez que vejo uma recuperação judicial que vai ser liquidada com uso do DIP Finance”.

Normalmente, diz ele, a operação ocorre para dar capital de giro às companhias. “O plano de recuperação previa a necessidade de venda de usinas para pagar credores a não ser que a companhia levantasse R$ 1 bilhão”, relata. Com a operação, portanto, não será necessário vender unidades.

Os credores da operação DIP Finance foram a trading Sucden e a Quadra Capital. O prazo de pagamento a esses credores é de, respectivamente, três anos e cinco anos.

Augusto Decker


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x