Usinas

Dow Química vende usina Santa Vitória para a Geribá Investimentos

Usina, localizada em Perdilândia (MG), tem capacidade para moer 2,7 milhões de toneladas de cana por safra; valor da negociação não foi revelado


novaCana.com - 29 set 2020 - 08:23

Considerada uma das maiores produtoras de produtos químicos do mundo, a norte-americana Dow dirá adeus ao setor sucroenergético brasileiro. Segundo reportagem publicada pelo Valor Econômico, a companhia vendeu sua única usina no país, a Santa Vitória Açúcar e Álcool, para a gestora paulista Geribá Investimentos.

Conforme o Valor, a informação foi confirmada pela multinacional, mas o valor da transação não foi revelado. Ainda segundo a reportagem, o acordo entre as companhias foi assinado no último sábado (26) e tem efeito imediato.

Em nota enviada ao jornal, a Dow afirmou que a venda foi motivada “pelo objetivo da companhia em manter um portfólio focado, mentalidade de proprietário e disciplina de alocação de capital que apoie o crescimento e a valorização de seus negócios-chave”.

A princípio, os 1,4 mil funcionários da usina e os 350 contratados indiretamente serão transferidos para a Geribá.

Apostas e mudanças de planos

Inaugurada em 2015, a Santa Vitória está localizada em Perdilândia (MG) e tem capacidade para moer até 2,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra. A companhia também tem autorização para produzir até 1,2 milhões de litros de etanol hidratado diariamente.

Inicialmente uma joint venture formada pela Dow Chemical Company e pela Mitsui & Co., a usina foi criada como parte de um complexo que iria fabricar plástico verde em Minas Gerais. Os planos envolviam utilizar o etanol como um substituto renovável do petróleo, servindo como base para biopolímeros. Este plano, porém, nunca saiu do papel.

Para completar, no momento da inauguração, o setor sucroenergético enfrentava problemas de rentabilidade e a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) acreditava que dez unidades poderiam fechar as portas. O diretor técnico da entidade, Antonio de Padua Rodrigues, chegou a dizer que a Santa Vitória era a única “novidade” em termos de operação.

Entretanto – tendo o plástico verde em vista –, a joint venture olhava para o mercado aquecido de petróleo, com o barril sendo negociado em torno de US$ 100. Pouco depois, os níveis recuaram e os investimentos foram cancelados.

Na sequência, seis meses após o início das atividades na usina, a Mitsui decidiu vender sua parte no empreendimento. Em dezembro de 2015, o grupo anunciou um acordo para a venda de toda sua participação acionária – equivalente a 50% da usina – para a Dow. O valor da venda foi de, aproximadamente, US$ 200 milhões.

Ainda assim, a Dow parecia interessada no setor sucroenergético. Em agosto de 2016, a companhia afirmou que pretendia elevar os investimentos no Brasil. Na ocasião, o presidente para a América Latina, Fabian Gil, afirmou que a empresa estaria analisando alternativas para usar a cana-de-açúcar. Mais uma vez, os planos não seguiram adiante.

novaCana.com
Com informações do Valor Econômico