Usinas

Mato Grosso do Sul receberá primeira indústria de etanol de milho


Correio do Estados (MS) - 23 out 2020 - 07:31

Mato Grosso do Sul terá sua primeira usina de etanol instalada em março de 2021, no polo industrial da cidade de Jaraguari.

Com sede em Mato Grosso, a empresa Petromar pretende gerar 200 empregos formais no início das suas ações, além da criação de empregos em municípios próximos, visto que suas operações se estendem para outras cidades, como Costa Rica.

O grupo Petromar ainda pretende empreender em áreas de energia renovável, como painéis fotovoltaicos e o biogás.

“O empreendimento é importante por representar investimento em um novo segmento no Estado, e por agregar valor a uma matéria-prima importante para a economia estadual, que é o milho”, explica o secretário de meio ambiente, desenvolvimento econômico, produção e agricultura familiar, Jaime Verruck.

A vinda da indústria para o estado está próxima e só aguarda as últimas licenças do Corpo de Bombeiros e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) para o início da construção.

Em nota, o presidente da Petromar, Celso Carlos Silva, falou da importância da escolha de Mato Grosso do Sul para o setor.

“Mato Grosso do Sul se destaca no Centro Oeste pela produção de milho e, por este motivo, optamos pela abertura de uma indústria no Estado. Nossa meta é a produção diária de 200 mil litros por dia de etanol de milho”, disse.

Além da produção do etanol, a Petromar trabalha na fabricação de ração para animais, óleo de cozinha e outros derivados do milho.

O objetivo da empresa é a criação de filiais em outros municípios do estado para auxiliar também nas demandas locais, como é o caso de Jaraguari, que fica localizada a 150 km das principais plantações de milho de Mato Grosso do Sul.

Além da cidade, outra que está na lista de intenções é Costa Rica. “Conversamos com a Semadur para a instalação de empreendimentos como o projeto de energia renovável que a empresa trabalha, com o biogás e painéis fotovoltaicos”.

Por fim, foram destacadas as vantagens de se trabalhar com milho. O grão poder ser armazenado para ser manuseado conforme as necessidades da indústria, diferente da cana-de-açúcar, que precisa ser utilizada logo após a colheita.

Thais Libni


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail