Financeiro

Acionistas do grupo Maringá aprovam emissão de R$ 80 milhões em debêntures


NovaCana - 01 set 2021 - 08:51

No final de junho, os acionistas do grupo Maringá se reuniram na sede da companhia para aprovar a quarta emissão de debêntures da Companhia Agrícola Jacarezinho. A captação anterior do grupo foi aprovada em 2019, no valor de R$ 40 milhões. Nos últimos anos, a companhia tem feito uma série de investimentos, com destaque para a cogeração de energia elétrica.

Agora, o grupo Maringá fará a geração de debêntures do tipo simples e não conversíveis em ações, que servirão de lastro para a geração de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA). Segundo ata publicada no Diário Oficial de São Paulo, estavam presentes representantes de 99,49% do capital da empresa, que aprovaram a emissão no valor de R$ 80 milhões. No total, serão 80 mil títulos em série única, no valor unitário de R$ 1 mil.

O documento aponta que o valor será investido especialmente para a compra de cana-de-açúcar com produtores rurais ou cooperativas. Entretanto, ele também poderá ser utilizado para outras atividades relacionadas ao agronegócio, não especificadas na ata.

O grupo controla uma usina em Jacarezinho (PR), com capacidade de moagem de 2,6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra, podendo produzir a níveis diários até 500 mil litros de etanol anidro, 800 mil litros de hidratado e 25 mil sacas de açúcar.

Confira outros detalhes sobre a emissão de debêntures na reportagem completa, exclusiva para assinantes.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

Card image


x