Usinas

Credores aprovam venda da Usina Floralco por R$ 150 milhões


Valor Econômico - 22 abr 2013 - 15:15 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

Os credores da usina Floralco, localizada em Flórida Paulista (SP), aprovaram a venda da unidade por R$ 150 milhões para a GAM Participações e Empreendimentos.

Segundo o administrador judicial da unidade, o advogado Gustavo Sauer, a GAM pagará o valor em oito anos, sendo que a primeira parcela vence em dezembro de 2014. Também assumirá uma dívida trabalhista de R$ 20 milhões e uma dívida com fornecedores de cana de R$ 16 milhões.

Sauer destaca que a venda será concluída após a alteração no plano de recuperação judicial, permitindo a oferta das propostas. Essa mudança no plano precisa ser homologada pela Justiça.

Em fevereiro, os credores haviam aprovado a venda da usina para a trading americana Lanetrade, por R$ 148,360 milhões à vista. No entanto, a trading desistiu do negócio.

Em recuperação judicial desde junho de 2010, a usina Floralco tem capacidade para processar 2,5 milhões de toneladas de cana por safra, mas moeu perto de 900 mil no ciclo 2012/13. A unidade pertence ao Grupo Bertolo, que tem outra usina em recuperação judicial. A unidade Piranji (SP) tem condições para moer 1,5 milhão de toneladas de cana, mas está paralisada há um ano devido a problemas financeiros.

Os recursos da venda da Floralco serão usados para o pagamento das dívidas sujeitas à recuperação do grupo Bertolo, superiores a R$ 200 milhões.

Fabiana Batista