Milho

Com menor exportação, Imea reduz previsão de demanda para milho de MT a 32 mi t


Agência Estado - 20 jul 2021 - 11:13

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) reduziu a previsão de demanda para o milho mato-grossense em 2020/21 de 34,98 milhões de toneladas para 32 milhões de toneladas.

O principal ajuste foi na expectativa de exportação, que caiu de 20,96 milhões para 17,18 milhões de toneladas. A previsão de consumo dentro do estado também foi ajustada para baixo, de 11,57 milhões para 11,07 milhões de toneladas, enquanto a perspectiva de consumo interestadual subiu de 2,45 milhões para 3,75 milhões de toneladas.

Segundo o Imea, com o menor volume esperado na produção do estado, aliado ao maior consumo mato-grossense na comparação com a temporada anterior e aos preços internos mais altos do que para exportação, a expectativa é de que os embarques do cereal apresentem “retração significativa” na atual temporada. O consumo dentro do estado, embora menor do que no relatório de abril, fica 13,05% acima do ciclo passado.

“Com as projeções de esmagamento firmes por parte das usinas de biocombustíveis, a produção do etanol deve continuar ditando o ritmo do consumo de milho em Mato Grosso, dado que o setor de proteína animal segue sendo afetado pelo aumento nos preços dos insumos (dentre eles o milho)”, disse o Imea.

Quanto à revisão para cima do consumo interestadual, o instituto atribuiu a mudança à redução na produção de outros estados e aos preços mais altos do mercado interno em relação aos praticados para venda externa.

Com relação à oferta, a perspectiva diminuiu de 34,99 milhões para 32,02 milhões de toneladas, puxada principalmente pelo recuo na produção de 8,49% ante ao relatório de abril, para 32,01 milhões de toneladas.

“O alto porcentual de áreas semeadas fora da janela ideal do milho, em conjunto com o fator climático adverso no Estado, foram os principais motivos na redução na estimativa de produção do cereal em Mato Grosso nesta safra”, aponta.

Leticia Pakulski


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail