PUBLICIDADE
ARMAC
Milho

Colheita do milho safrinha 2021 atinge 39% no Centro-Sul, diz AgRural

Avanço foi de 9 pontos porcentuais na semana


Agência Estado - 26 jul 2021 - 10:08

A colheita da segunda safra de milho 2021, também chamada de safrinha, evoluiu 9 pontos porcentuais em uma semana, atingindo na quinta-feira, 22,39% da área cultivada no Centro-Sul do Brasil. O levantamento é da consultoria AgRural, que salienta que um ano atrás, 53% da área da região estava colhida.

Conforme o comunicado da AgRural, o ritmo dos trabalhos se manteve acelerado em Mato Grosso e evoluiu bem em São Paulo, Goiás e Minas Gerais. No Paraná e em Mato Grosso do Sul, em contrapartida, pancadas esparsas de chuva no fim de semana anterior e o frio intenso no começo da semana dificultaram a perda de umidade do cereal já pronto. Por isso, a colheita continuou lenta nos dois estados.

“As novas geadas registradas na segunda e na terça-feira, 19 e 20, não chegaram a causar estragos significativos como as de três semanas antes”, diz a AgRural.

A expectativa é de que os problemas de qualidade, que começam a ser reportados no Paraná e em Mato Grosso do Sul, se agravem conforme a colheita for avançando sobre as áreas que estavam em enchimento de grãos no fim de junho, quando ocorreram as primeiras geadas. Problemas de qualidade causados pelo frio também são esperados em pontos de Goiás, São Paulo e Minas Gerais.

Em 1º de julho, a AgRural fez um novo corte em sua estimativa de produção de milho na safrinha 2021, que agora é de 54,6 milhões de toneladas no Centro-Sul e 59,1 milhões de toneladas no Brasil. Na safrinha 2020, a produção foi de 70,5 milhões e 75,1 milhões de toneladas, respectivamente. Uma nova revisão deve ser enviada para clientes na virada de julho para agosto.


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x