PUBLICIDADE
renovacao renovacao
Internacional: Açúcar

Tereos desacelera produção de açúcar após paralisação da TotalEnergies


Reuters - 29 set 2022 - 14:21

A Tereos, maior produtora de açúcar da França, teve que desacelerar a produção em algumas fábricas depois que a TotalEnergies anunciou que está impedida de fornecer diesel até o final da semana, disse uma porta-voz nesta quinta-feira, 29.

Há três dias, greves por demandas salariais interrompem o refino e a entrega de produtos da gigante francesa do petróleo, ameaçando o fornecimento em um momento de aprofundamento da instabilidade energética.

“A TotalEnergies nos avisou ontem que não receberíamos esta semana”, disse uma porta-voz da Tereos em resposta a uma pergunta da Reuters. “Constatamos que os suprimentos de substituição durariam até o final da semana, mas houve alguns ajustes nas taxas de produção”, acrescentou.

Ele não especificou o quanto a produção diminuiu e disse que a desaceleração não afetou todas as plantas.

A Tereos fornece combustível aos agricultores que trazem as beterrabas dos campos para a fábrica, onde são processadas para a fabricação de açúcar e etanol.

A Cristal Union, segunda maior produtora de açúcar da França, não está enfrentando interrupções no fornecimento de combustível, disse o grupo à Reuters.

A dificuldade ocorre no momento em que os produtores de açúcar franceses estão tentando acelerar a produção antes de possíveis restrições ou de escassez de energia neste inverno, caso a Rússia corte o fornecimento de gás.

A produção de açúcar está entre as indústrias mais intensivas em energia. As fábricas francesas, que geralmente funcionam entre meados de setembro até o final de janeiro ou o início de fevereiro, dependem muito de gás para transformar suas beterrabas em adoçante.

Sybille de La Hamaide
Com tradução NovaCana


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x