Ministros indianos apoiam planos para subsidiar produtores de cana do país

Ministros indianos propuseram dar subsídios a produtores de cana-de-açúcar, pois a crescente oferta fez com que os preços caíssem, disse o ministro de alimentos, Ram Vilas Paswan, nesta segunda-feira (23).

O gabinete do primeiro-ministro, Narendra Modi, consideraria a proposta em breve, disse Pawsam depois de uma reunião do painel ministerial para discutir os desafios que os produtores enfrentam. Ele não disse quando o gabinete tomará a decisão. A Índia é, atualmente, o maior player do setor depois do Brasil.

A Reuters informou neste mês que o governo deveria subsidiar uma indústria que está se recuperando de um excesso de oferta e lutando para exportar por causa dos baixos preços globais.

Os preços domésticos indianos do açúcar refinado caíram mais de 15 por cento nos últimos seis meses, reduzindo os lucros nas usinas, o que, por sua vez, significa menores retornos para os agricultores.

As usinas de açúcar devem 170 bilhões de rúpias (2,62 bilhões de dólares) aos agricultores porque enfrentam dificuldades devido aos preços mais baixos do açúcar e à maior taxa estabelecida pelo governo para a cana. Os débitos podem subir para 250 bilhões de rúpias (3,8 bilhões de dólares) em 2017/18, disse uma entidade comercial.

Mayank Bhardwaj

Etanol e Cana direto em seu email

Antes de sair, cadastre-se para receber as principais notícias do setor
Obrigado, não quero ficar informado.
Esqueci minha senha close modal