Usinas

Usina Alvorada, em Araporã (MG), entra em recuperação judicial

Unidade possui endividamento em moeda estrangeira e enfrenta problemas na produtividade de seus canaviais


NovaCana - 15 jun 2021 - 12:05

O número de usinas de cana-de-açúcar em recuperação judicial segue aumentando. A mais recente inclusão a esta lista é a unidade Alvorada, do grupo Araporã Bioenergia, localizada em Araporã (MG).

O pedido foi feito pela própria usina após o fundo norte-americano Amerra, um dos principais credores da companhia, pedir a execução da dívida. Segundo reportagem publicada pelo Valor Econômico, a usina calcula que seu débito com a Amerra esteja em R$ 185 milhões. BTG Pactual, Santander e Bradesco também são credores.

Ainda de acordo com a reportagem, as dívidas da Alvorada ultrapassam a marca de R$ 500 milhões, tendo sido fortemente impactadas pelo câmbio. Em 31 de março de 2020, conforme a mais recente divulgação de resultados financeiros da companhia, a dívida bruta com empréstimos e financiamentos somava R$ 194,85 milhões.

Além disso, a usina também estaria enfrentando problemas no campo. O CEO da Quist Investimentos, Douglas Duek, que presta assessoria financeira para a companhia, disse ao Valor que a Alvorada sofreu com adversidades climáticas e teve sua produtividade afetada.

A unidade tem capacidade de processar 2,2 milhões de toneladas de cana por safra, mas informa em seu site que atingiu 1,55 milhões em 2020/21, o que representa uma ociosidade de quase 30%.

Segundo Quist, a Alvorada avalia, entre outras soluções, buscar um acionista minoritário e constituir um fundo exclusivo para atrair mais investidores.

NovaCana
Com informações do Valor Econômico


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail