PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Usinas

Tereos paralisa temporariamente usina em Severínia (SP)

Empresa afirma que mudança não trará impacto sobre o volume de moagem já previsto; unidade tem capacidade para moer até 2,5 milhões de toneladas de cana por safra


NovaCana - 25 mai 2022 - 10:24

A Tereos Brasil (antiga Guarani) anunciou hoje, 25, a paralisação temporária, por até um ano, de sua usina na cidade de Severínia (SP). Em comunicado à imprensa, a sucroenergética apontou que a seca histórica da safra 2021/22 trouxe desafios para todo o setor e impactou também o volume de matéria-prima disponível para processamento na atual temporada.

De acordo com o texto, a paralisação é uma decisão estratégica, que “visa otimizar o aproveitamento de cana nas demais unidades, e não terá impacto sobre o volume de moagem previsto para a safra atual”.

A unidade tem capacidade para moer até 2,5 milhões de toneladas de cana por safra, podendo produzir diariamente até 300 mil litros de etanol anidro e 500 mil litros de hidratado, além de fabricar até 234 mil toneladas de açúcar por temporada.

A Tereos afirmou que a maior parte dos funcionários da usina Severínia já foi realocada entre outras unidades. Os demais estariam recebendo “apoio e suporte necessário”, ainda de acordo com a empresa.

A sucroenergética também se comprometeu a continuar atuando junto à comunidade do município de Severínia, mesmo durante o período de suspensão de suas atividades, “mantendo seu suporte ao desenvolvimento social e econômico da região”.

A companhia afirma que os números previstos para esta safra não devem ser alterados, mesmo com a paralisação. Além da usina Severínia, a Tereos conta com outras seis unidades no estado de São Paulo, com uma capacidade de moagem somada em 24,82 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra.

Giully Regina – NovaCana


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x