Usinas

Poet negocia compra das usinas de etanol de milho da Flint Hills


Reuters - 14 mai 2021 - 09:00

A Poet, maior produtora de biocombustíveis dos Estados Unidos, está em negociações com a Flint Hills Resources para adquirir a totalidade de seus ativos de etanol, disseram as duas empresas à Reuters na quinta-feira, 13.

O acordo aumentaria a capacidade de produção de etanol da Poet em mais de um terço, para 3 bilhões de galões por ano, disse a porta-voz da companhia, Jessica Sexe. O volume equivale a 11,36 bilhões de litros.

A compra, desta forma, poderia ajudar a empresa a explorar o potencial de crescimento no mercado de biocombustíveis, já que o governo Biden colocou o aumento no uso de renováveis como parte de uma estratégia ampla para descarbonizar a economia do país e combater as mudanças climáticas.

A venda das usinas também elevaria a capacidade de produção anual de ração animal com alto teor de proteína da Poet para 6,35 bilhões de quilos e aumentaria seu potencial para a produção de óleo de milho para 442,3 milhões de quilos, afirma Sexe.

As discussões acontecem depois de um ano difícil para a indústria do etanol por causa da pandemia do coronavírus, que reduziu a demanda por combustíveis. O principal mercado do biocombustível nos Estados Unidos é para uso na mistura com a gasolina.

Além disso, o óleo de milho também pode ser usado para fazer diesel renovável. Os investimentos para isso aumentaram no último ano e deram início a uma corrida para encontrar matéria-prima.

A Flint Hills é uma empresa de refino, biocombustíveis e petroquímica, com sede em Wichita, Kansas, sendo atualmente a quinta maior produtora de etanol dos Estados Unidos. Sua divisão de biocombustíveis inclui seis usinas de etanol com uma capacidade combinada de cerca de 3 bilhões de litros por ano, 1,5 milhão de toneladas de grãos de destilaria e cerca de 90,7 milhões de quilos de óleo de milho, disse Reint.

A Poet, com sede em Sioux Falls, Dakota do Sul, opera em sete estados, fabricando produtos como etanol, dióxido de carbono de grau alimentício renovável e ração animal com alto teor de proteína.

Tanto Sexe quanto o porta-voz da Flint Hills, Jake Reint, recusaram-se a colocar um preço no negócio. Ambas as empresas são privadas.

Stephanie Kelly
Com tradução NovaCana


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x