Usinas

Mubadala faz melhor oferta pela BP Bunge Bioenergia, dizem fontes

A brasileira BP Bunge Bioenergia, terceira maior processadora de cana-de-açúcar do mundo, pode valer entre R$ 9 bilhões e R$ 10 bilhões


Bloomberg - 26 set 2022 - 08:35

O Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes, apresentou a melhor oferta para adquirir a joint venture brasileira de etanol BP Bunge Bioenergia, atualmente a terceira maior processadora de cana-de-açúcar do mundo, disseram duas pessoas familiarizadas com o assunto.

A proposta de aquisição feita pelo fundo tem melhores termos e condições do que a apresentada pela empresa de energia Raízen, que também está na rodada final da negociação, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas, pois as discussões não são públicas.

O Mubadala está bem posicionado para comprar a empresa, disse uma das pessoas. Nenhum negócio deverá ser fechado antes das eleições presidenciais de outubro no Brasil, disseram as fontes.

A BP Bunge Bioenergia poderia valer entre R$ 9 bilhões e R$ 10 bilhões, segundo o jornal Valor Econômico. O Mubadala e a BP Bunge não quiseram comentar. A Raízen, uma joint venture entre Shell e Cosan, não respondeu a pedidos de comentário fora do horário comercial.

A Bunge disse, em e-mail para a Bloomberg News, que não comenta rumores de mercado. Acrescentou que, “como dissemos antes, a Bunge continua avaliando opções para sair de nossa participação em nossa joint venture de açúcar e bioenergia. Embora estejamos satisfeitos com o desempenho dos negócios, isso não é essencial para nossa estratégia geral de negócios”.

A Bunge vem tentando se desfazer de suas usinas de etanol no Brasil há anos. Em 2018, considerou uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) antes de entrar na joint venture com a britânica BP, em junho de 2019. Ambos os acionistas estão dispostos a vender, disseram as pessoas.

A BP Bunge Bioenergia possui 11 unidades produtoras e tem capacidade de moagem anual de 32 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, segundo informações disponíveis em seu site. Além disso, produz mais de 1,5 bilhão de litros de etanol, 1,1 milhão de toneladas de açúcar e exporta 1,2 mil gigawatts-hora de energia para a rede elétrica brasileira.

Este seria o primeiro investimento do Mubadala em etanol no Brasil. Hoje, a Raízen já é a maior produtora de açúcar e etanol do país.

Cristiane Lucchesi e Isis Almeida


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x