PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Usinas

Ministério da Justiça abre investigação sobre cartel nos preços de etanol no Nordeste

O NovaCana já havia trazido o assunto com exclusividade em setembro deste ano


O Globo - 17 dez 2021 - 14:23

O Ministério da Justiça abriu, na última segunda-feira, 13, uma investigação para apurar a suspeita de que um cartel de empresas esteja agindo para combinar os preços de etanol no Nordeste.

O NovaCana já havia trazido o assunto com exclusividade em setembro deste ano, analisando as falas do evento e trazendo a visão de especialistas sobre o tema.

A medida consta em nota técnica da pasta, que também notificou o Cade para que tome providências sobre o tema. Eventuais punições serão feitas em forma de multa sobre o faturamento das companhias envolvidas.

De acordo com o documento, o ministério encontrou indícios da combinação numa reunião on-line realizada em 12 de agosto, um workshop promovido pelo Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool-PB).

Durante o encontro, o diretor-presidente da empresa Miriri Alimentos e Bioenergia deu indícios de uma atuação conjunta do setor na região. Disse Gilvan Celso Sobrinho:

“Acho que este é um assunto de extrema relevância, né? Que é a questão de como a gente posicionar os volumes de comercialização que nós vamos começar a fazer agora. Acho que Dr. Bolivar já falou nas últimas colocações dele sobre essa questão. (...) Porque São Paulo está com preço alto na verdade mais o frete... A gente não tem concorrência, na verdade, econômica”, declarou na ocasião.

A abertura da apuração coincide com a intenção do governo de sancionar uma medida provisória que permitirá a venda de etanol aos postos de combustíveis sem que seja necessária a mediação de distribuidores.

João Paulo Saconi
Com informações adicionais NovaCana


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x