BASF
Usinas

Após insucesso de primeiro leilão, Usina Floralco está à venda por 50% do valor inicial

O novo leilão será em 5 de agosto, com duas praças ocorrendo no mesmo dia; na segunda, o lance mínimo corresponde à metade do valor de avaliação


novaCana.com - 18 jul 2019 - 08:28 - Última atualização em: 22 jul 2019 - 12:09

A Usina Floralco, pertencente às massas falidas da Floralco Açúcar e Álcool e da GAM Empreendimentos e Participações, terá um segundo leilão em agosto – no primeiro, a unidade não recebeu lances. A situação contrariou a visão da Teza Leilões, empresa realizadora do certame, que afirmava haver companhias interessadas na aquisição da usina durante a segunda fase do leilão, quando haveria um desconto de 30% em relação ao valor de avaliação.

Nesta nova tentativa de venda, a data limite – tanto para a primeira quanto para a segunda praça – é dia 5 de agosto às 14h e às 15h, respectivamente. Os valores mínimos, por sua vez, são de R$ 63,59 milhões e R$ 52,99 milhões. Neste caso, a usina estará à venda pela metade do valor de avaliação, R$ 105,9 milhões.

Segundo o leiloeiro oficial da Teza Leilões, Erick Teles, será possível apenas a compra conjunta dos bens – imóveis e terras – em ambas as praças. “Se não tiver lance nesses dois leilões, faremos um terceiro, no dia seguinte, às 15h, também por 50% do valor de avaliação. Só que aí será possível comprar desmembrado a usina das terras”, explica.

Leia mais:

- Motivações para a realização de duas praças na mesma data
- Mudanças nos critérios para interessados em dar lances
- Características principais dos ativos que fazem parte do leilão

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou