BASF
Usinas

Grupo Moreno considera venda de usina de cana, diz CEO


Bloomberg - 01 abr 2019 - 13:54

O Grupo Moreno está considerando vender uma de suas usinas de cana-de-açúcar para pagar dívidas, disse Carlos Moreno, presidente-executivo, em entrevista por telefone.

A empresa vai tomar uma decisão final sobre a venda este mês, segundo ele. O Grupo Moreno possui três usinas com capacidade combinada para moer 13 milhões de toneladas de cana. Todas as usinas produzem açúcar e etanol, e uma delas gera energia através da queima do bagaço ou do resíduo de cana que sobrou do processo de moagem.

O plano é pagar a dívida da empresa, estimada em R$ 1,4 bilhão, devida principalmente aos bancos, disse Moreno. A potencial venda faz parte das negociações em curso com os credores.

Em setembro, a Cofco International, uma unidade da maior empresa de alimentos da China, teve conversas iniciais para adquirir duas unidades de cana-de-açúcar do Grupo Moreno, disseram pessoas com conhecimento do assunto. Naquele momento, Moreno disse que sua empresa estava considerando apenas a venda de terras agrícolas e de cogeração.

Com a queda do preço do açúcar, de mais de 60% em relação ao pico de 2011, a indústria está lutando para conseguir resultados. Anos de colheitas fortes, desde a Índia até a Tailândia, coincidiram com a desaceleração da demanda entre os consumidores mais preocupados com hábitos saudáveis.

No Brasil, o setor também foi atingido pelo controle do preço da gasolina, que afetou a demanda por etanol. Desde 2011, mais de 50 usinas de etanol e açúcar no Brasil fecharam e mais de 70 entraram com pedido de falência, de acordo com a Unica.

Fabiana Batista