PUBLICIDADE
ARMAC
Usinas

EPE projeta abertura de 12 usinas de cana e 33 plantas de milho até 2031

Projeção feita pela empresa governamental aponta para uma oferta anual de até 46 bilhões de litros de etanol


NovaCana - 10 mai 2022 - 09:36 - Última atualização em: 10 mai 2022 - 14:52

Depois das incertezas que acompanharam a pandemia de covid-19 nos dois últimos anos, a perspectiva é que entre nos trilhos a tão esperada retomada econômica, facilitando a transição energética já discutida na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima (COP) e assinada pelo Brasil no Acordo de Paris.

Foi com base nessas premissas que a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia (MME), elaborou o Plano Decenal de Expansão de Energia (PDE) referente ao período de 2022 a 2031.

O documento, utilizado para o desenvolvimento de políticas públicas, busca trazer o contexto atual e, também, projeções para diferentes ramificações do setor energético do país. Desta forma, são traçadas perspectivas de investimentos e de avanços para a década.

O setor sucroenergético tem grande parte nesse cenário. Entretanto, nos dois últimos documentos disponibilizados pela EPE, a projeção para novas usinas diminuiu. A perspectiva atual é que, ao final dos próximos dez anos, existam 374 usinas sucroenergéticas operantes no Brasil – no estudo anterior, com horizonte até 2030, este número era de 377.

A EPE também considera que, até lá, a produção de etanol celulósico, ou de segunda geração (E2G), já esteja bem implementada no país, contribuindo para o aumento da oferta do renovável. Da mesma forma, o etanol de milho deverá crescer, chegando a mais de 50 unidades no recorte de tempo feito pela entidade.

Confira no texto completo, exclusivo para assinantes, mais detalhes sobre a análise decenal da EPE:

- Principais mudanças para o setor
- Projeções para a fabricação de açúcar e etanol
- O futuro do E2G
- Expectativas para o etanol de milho
- Investimentos necessários para novas usinas
- Valores aplicados em expansão até 2031
- Análise de sensibilidade: o pior cenário possível


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



PUBLICIDADE BASF GIGA INTERNAS BASF GIGA INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x