Usinas

Cocal e GasBrasiliano devem iniciar distribuição de biometano em julho de 2022


EPBR - 21 jan 2021 - 11:32

A GasBrasiliano, que atende o noroeste paulista, e a Cocal, produtora de açúcar e etanol, assinaram contrato de compra e venda de biometano em uma parceria entre a concessionária, a usina e a Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (Sima) de São Paulo.

A previsão para o início da distribuição do biometano a Presidente Prudente (SP) é julho de 2022. O potencial de produção da planta é de 24 mil m³/dia de biometano (8,9 milhões de m³/ano).

O investimento estimado no projeto é de R$ 160 milhões, sendo R$ 30 milhões da GasBrasiliano, na construção de 68 quilômetros de rede de distribuição, e R$ 130 milhões da Cocal na produção de biometano, cuja planta já tem obras concluídas em mais de 70%.

Por meio da rede que será construída pela GasBrasiliano, o biometano (produzido a partir de vinhaça, palha e torta de filtro, resíduos do processamento da cana-de-açúcar), partirá de Narandiba (SP), onde fica a usina da Cocal, e seguirá até Presidente Prudente, além de Pirapozinho, também contemplada no projeto.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x