Pesquisas

PUC-Rio apresenta estudo sobre o RenovaBio encomendado pela Brasilcom


novaCana.com - 25 nov 2020 - 12:21

 Identificar pontos passíveis de aprimoramento na Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio) foi o objetivo central de um estudo elaborado pelo Centro Técnico Científico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CTC/PUC-Rio). Chamado “Programa RenovaBio: Aspectos comparativos, funcionamento e seus efeitos no setor de distribuição de combustíveis”, os principais resultados do trabalho foram apresentados nessa terça-feira, 24, em uma live que contou com apresentação de BiodieselBR.com.

A divulgação acontece menos de uma semana depois da Brasilcom – entidade que representa 46 empresas do setor de distribuição – ter avançado em uma batalha judicial na tentativa de cortar pela metade as metas de descarbonização do programa. O presidente da associação, Maurício Rejaile, buscou dissipar a ideia de que as distribuidoras estejam contra o RenovaBio. “A Brasilcom e suas associadas são apoiadoras e entusiastas do RenovaBio; o intuito da Brasilcom é garantir a perenidade e aprimoramento do programa”, resumiu.

A mensagem foi reforçada pelo vice-presidente da entidade, Abel Leilão, segundo o qual o RenovaBio é um programa de longo prazo. “[O RenovaBio] não é uma corrida de 100 metros rasos, mas uma maratona. É preciso que ele esteja justo desde o começo. Seria muito ruim se a gente ‘queimasse a largada’ e deixasse de ver os pontos de aprimoramento”, disse.

Leia mais e veja a apresentação no texto completo (exclusivo para assinantes).


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR