Investimento

Planta de biogás da Tereos em Olímpia (SP) está em fase de finalização


Diário da Região (SP) - 01 out 2021 - 09:13

Um dos maiores produtores de açúcar e etanol do Brasil, o grupo Tereos tem planos de expandir a produção de energia renovável. A primeira planta de biogás da companhia, em fase de finalização, vai funcionar na usina Cruz Alta, em Olímpia (SP).

Segundo o superintendente de operações agroindustriais da Tereos, Everton Carpanezi, a planta utilizará a vinhaça – um dos resíduos da cana-de-açúcar – para fabricação de biogás, ampliando a oferta de energia limpa da companhia.

Ainda de acordo com Carpanezi, na safra passada, a Tereos registrou um volume total de 1.740 GWh de energia elétrica gerada a partir da biomassa da cana. “Desse total, 590 GWh foram utilizados internamente e 1.150 GWh foram comercializados”. Fonte energética renovável e sustentável, o biogás é uma alternativa eficiente e barata aos recursos fósseis.

Além dos investimentos em produção de energia limpa, o grupo também afirma que investe em tecnologia e inovação para melhorar a produtividade. No campo, o destaque vai para as iniciativas de monitoramento por drone para identificar possibilidades de melhorias na qualidade e rendimento das operações agrícolas, utilização de imagens de satélite para análises da produtividade do canavial, além da identificação de potenciais desvios, como falhas de brotação, plantas daninhas e impactos da seca e pragas no solo.

Na safra 2020/21, as sete unidades do grupo processaram 20,9 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. “A produção de açúcar atingiu recorde de 1,9 milhão de toneladas, enquanto a de etanol foi de 730 milhões de litros, fechando um mix de produção de 63% de açúcar e 37% de etanol”, destacou.

Felipe Nunes