PUBLICIDADE
ARMAC
Investimento

Grupo São Martinho irá emitir R$ 675 milhões em debêntures


NovaCana - 15 jan 2018 - 08:33

Em reunião realizada na última sexta-feira (12), o conselho de administração do grupo São Martinho aprovou por unanimidade uma nova emissão de debêntures da companhia, no valor de R$ 675 milhões. Para efeitos legais, a emissão será realizada em 15 de março, com o valor unitário de mil reais.

“Os recursos captados por meio da emissão deverão ser utilizados pela companhia, integral e exclusivamente, para a atividade agroindustrial de industrialização de cana-de-açúcar, de produção própria e adquirida de terceiros, fabricação e comércio de açúcar, álcool e seus derivados”, informa a ata da reunião, que não detalha quais serão esses investimentos.

A operação, com colocação privada, será feita em até duas séries com a Vert Securitizadora. Conforme a São Martinho, os papéis da primeira emissão terão remuneração paga semestralmente, enquanto os da segunda emissão receberão anualmente. As debêntures emitidas não são conversíveis em ações e também não envolvem garantias.

Além disso, as debêntures da primeira série terão vigência de cinco anos – até 14 de março de 2023 –, enquanto a segunda série terá sete anos, valendo até 14 de março de 2025. Para essas datas, a princípio, está prevista a amortização das debêntures em uma parcela única.

Contudo, há a possibilidade de vencimento antecipado em razão da ocorrência de inadimplência ou de resgate antecipado. Segundo o documento, a São Martinho pode fazer uma oferta de até 50% da totalidade das debêntures emitidas a qualquer momento, com o limite de uma oferta a cada três meses. A empresa ainda pode realizar um resgate antecipado caso ocorra uma obrigação de acréscimo de valores nos pagamentos em razão da incidência ou majoração de tributos.

Por sua vez, no caso de qualquer impontualidade no pagamento, os débitos vencidos e não pagos terão juros de 1% ao mês, desde a data de inadimplemento até a data do pagamento. Os debenturistas também devem receber o valor de uma multa não compensatória de 2% sobre o valor devido, independentemente de aviso, notificação ou interpelação judicial ou extrajudicial.

novaCana.com


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x