BASF
Financeiro

USJ é novamente rebaixada pela S&P, que acredita em risco de calote iminente

Essa é a segunda vez em 2019 que a companhia sucroenergética cai na classificação da agência


novaCana.com - 28 mar 2019 - 07:01

Não foi por falta de aviso. Em janeiro deste ano, a S&P Global Ratings rebaixou a nota da USJ Açúcar e Álcool de CCC para CCC-, com perspectiva negativa. Na ocasião, o relatório da agência de classificação de risco apontava que uma possível renegociação das dívidas deixaria a sucroenergética dependente de fatores externos favoráveis, o que poderia levar a um novo rebaixamento.

Agora, dois meses depois, a nota da USJ caiu de CCC- para CC, ainda com perspectiva negativa. Isso indica que há a possibilidade de a companhia ser rebaixada novamente em uma próxima avaliação. O motivo dessa redução – e da chance de mais uma acontecer em breve – está justamente na renegociação das dívidas da companhia.

Segundo a S&P, na última segunda-feira (25), a USJ anunciou uma proposta de oferta de troca com seus credores, referente a notas com vencimento em 2019 e 2021. Para a agência, contudo, a oferta de troca da USJ é de alto risco, pois a empresa não seria capaz de pagar pontualmente os juros, o principal da dívida e suas outras obrigações.

No texto completo, saiba mais sobre a saúde financeira da USJ, a perspectiva de um novo rebaixamento e a proposta de troca de notas feita aos credores da companhia.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail