PUBLICIDADE
ARMAC
Financeiro

Suedzucker reitera perspectiva anual positiva apesar da queda nos resultados trimestrais


Reuters - 08 jul 2021 - 10:42

A Suedzucker confirmou nesta quinta-feira uma diminuição nos lucros do primeiro trimestre, já que a maior produtora de açúcar da Europa enfrenta dificuldades econômicas causadas pela pandemia de coronavírus. Ainda assim, a companhia espera que o lucro suba em todo o seu ano fiscal.

A Suedzucker disse que o lucro operacional do grupo caiu 20,1% no ano, para 49 milhões de euros (US$ 58 milhões), no trimestre encerrado em 31 de maio.

A empresa confirmou que ainda espera um lucro operacional para o ano de 300 milhões a 400 milhões de euros, ante 236 milhões de euros no ano passado.

A empresa havia feito um anúncio antecipado limitado de seus ganhos no mês passado.

Seu lucro operacional para o ano inteiro está estimado entre o ponto de equilíbrio e 100 milhões de euros.

“Esperamos uma melhora no mercado de açúcar da UE a partir de outubro de 2021 e também esperamos atingir preços de venda mais altos do açúcar no segundo semestre do ano comercial”, disse um porta-voz da Suedzucker à Reuters. “Espera-se que a UE continue sendo um importador líquido de açúcar, com o quadro geral da oferta europeia de açúcar parecendo apertado. Com os preços mundiais do açúcar provavelmente firmes, isso também deve significar preços mais altos do açúcar na UE nos próximos meses”.

Os futuros do açúcar bruto nesta semana oscilaram em máximas históricas uma vez que os danos à safra do principal produtor global, o Brasil, após a geada são avaliados.

“Ampliamos um pouco nossa área de beterraba sacarina para a nova safra”, acrescentou o porta-voz. “Também esperamos que o quadro econômico geral melhore com o impacto da covid-19 diminuindo à medida que mais pessoas são vacinadas”.

As plantações de beterraba da Suedzucker em 2021 aumentaram 3,1%, com 353,60 mil hectares.

Os números do primeiro trimestre da empresa foram prejudicados por perdas operacionais de 25 milhões de euros no setor do açúcar, maiores do que as perdas operacionais de 16 milhões de euros no ano anterior.

Michael Hogan

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x