Financeiro

Sem garantia de receber por CBios, produtores ameaçam não entregar CAR às usinas


Money Times - 07 ago 2020 - 12:40

Diante da indefinição quanto ao repasse para os produtores de parte da receita obtida com os créditos de descarbonização (CBios), o RenovaBio pode acabar prejudicado. Os canavieiros ameaçam não entregar dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) às usinas, conforme manda a legislação, e podem travar a certificação das unidades no programa.

Em Pernambuco, a Associação dos Fornecedores de Cana (AFCP) convocou uma reunião com os associados para a próxima segunda-feira (10). “Com a safra chegando, precisamos ter garantia de que as usinas vão garantir previamente que os ganhos dos CBios também se estendam aos produtores independentes, se não vamos restringir os nossos CARs”, afirma o presidente da entidade regional, Alexandre Lima.

O cadastro dos produtores é uma condição do programa para que a usina contabilize a matéria-prima de terceiros no programa.

O pleito dos produtores, que inclui também o setor de biodiesel, já vem desde as primeiras discussões nacionais do RenovaBio. Com a implantação do programa neste ano – e com algumas emissões de CBios já no mercado –, a reivindicação ganhou força, mas ainda não gerou resultados.

Na visão dos fornecedores, a produção de um biocombustível com cada vez menos emissão de carbono ajudará a precificar o valor dos CBios das usinas, mas ela também envolve custos qu pequenos e médios produtores não conseguirão carregar.

De acordo com Alexandre Lima – que também é presidente da Feplana –, a ideia de que as receitas obtidas com o RenovaBio se reverteriam para os canavieiros indiretamente, na forma de um aumento da produção, não se sustenta. Segundo ele, o recebimento dos valores deve acontecer já, enquanto os efeitos na produção e na produtividade são de médio e longo prazos, e ainda sem garantia.

Giovanni Lorenzon


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail