PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Financeiro

Santa Adélia faz emissão de debêntures incentivadas no valor de R$ 200 milhões

Títulos devem começar a ser vendidos em fevereiro; conselheiros já sinalizam outras formas de captação de recursos


NovaCana - 19 jan 2022 - 10:56 - Última atualização em: 19 jan 2022 - 14:35

O grupo Santa Adélia, em reunião com mais de 70% de seus acionistas, aprovou sua primeira emissão de debêntures incentivadas simples, no valor total de R$ 200 milhões. A assembleia aconteceu no final de novembro, com ata publicada no Diário Oficial de São Paulo (DOSP) da última quarta-feira, 12.

O projeto da companhia foi aprovado como prioritário pelo Ministério de Minas e Energia (MME) no ano passado e tem o objetivo de recuperar a cana-de-açúcar para as safras 2020/21 e 2021/22 nas unidades de Jaboticabal (SP) e Pereira Barreto (SP). O grupo ainda possui uma terceira usina, em Sud Mennucci (SP).

Segundo a ata, as debêntures serão simples, não conversíveis em ações, e emitidas em série única. No total, serão 200 mil títulos no valor unitário de R$ 1 mil, com emissão prevista para o dia 15 de fevereiro de 2022. O prazo de vencimento está marcado para seis anos a partir desta data, ou seja, 15 de fevereiro de 2028.

Ainda de acordo com o documento, os títulos não estarão sujeitos à amortização extraordinária. E a companhia não poderá, voluntariamente, realizar o resgate antecipado facultativo de qualquer das debêntures, com exceção do caso de oferta.

Confira no texto completo, exclusivo para assinantes NovaCana, mais detalhes sobre a emissão de debêntures do grupo e ainda os limites estabelecidos pelos conselheiros para outras formas de captação futuras.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE


x