Financeiro

Os resultados da Raízen em detalhes – 35 gráficos com a evolução das últimas cinco safras

Os desempenhos agrícola, industrial e financeiro da sucroenergética entre as temporadas 2016/17 e 2019/20


novaCana.com - 04 jun 2020 - 10:20

Maior sucroenergética do Brasil – controlando 26 usinas na região Centro-Sul – e exportadora de açúcar do mundo, a Raízen Energia obteve um lucro líquido de R$ 48 milhões na safra 2019/20. O resultado, apesar de positivo, representa uma queda de 83,2% na comparação com a temporada anterior.

O desempenho inferior deriva especialmente dos prejuízos registrados no primeiro e no terceiro trimestres da temporada encerrada em 31 de março deste ano. No último trimestre – caracterizado pelo período de entressafra –, a companhia obteve um lucro de R$ 244,4 milhões, valor equivalente a um crescimento de 1.832,6% ante o resultado visto um ano antes.

Este desempenho impactou os resultados gerais de sua holding, a Cosan, e chamou a atenção do mercado. “Tanto o Ebitda quanto a geração de caixa foram apoiados pelas vendas de inventários bastante substanciais da Raízen Energia”, comentou o analista da Ágora Investimentos, Regis Cardoso.

Por sua vez, analistas do BTG Pactual classificaram o resultado trimestral da sucroenergética como “estelar”. Ainda assim, eles ressaltaram que a companhia encontrou um ambiente de preços favorável para o açúcar e o etanol durante a entressafra, o que pode não se repetir no período de abril a junho deste ano.

Também segundo o BTG, o Ebitda de R$ 1,9 bilhão ficou 11% acima da estimativa do banco por conta de preços melhores do que o esperado, além de um ganho de R$ 270 milhões em “outras receitas operacionais” que não foram detalhadas pela companhia.

“Os hedges de açúcar de 13,5 centavos de dólar por libra-peso para aproximadamente metade da produção esperada de açúcar para 2020/21 devem garantir que as margens permaneçam resilientes”, complementa.

Para uma melhor compreensão dos números da Raízen Energia, o novaCana disponibiliza 35 gráficos exclusivos, elaborados a partir dos dados divulgados pela Cosan. Assim, os resultados financeiros, industriais e agrícolas do trimestre e da temporada podem ser vistos em contexto, na comparação com as últimas cinco safras.

As informações que fazem parte do levantamento incluem:

- Evolução financeira
- Moagem acumulada e por trimestre
- Mix de produção
- ATR
- Produtividade
- Origem da cana
- Nível de mecanização
- Etanol e açúcar: produção, volume vendido, receita e preço médio
- Cogeração: energia vendida, receita e preço médio
- Estoques de etanol e açúcar: por volume e por valor de mercado
- Destino da produção ao longo da safra: mercado externo e interno
- Receita operacional
- Composição das vendas


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail