Financeiro

Preço da cana no Plano Safra é 16,2% menor no Centro-Sul do que no Norte-Nordeste

No NNE, o valor de referência para a tonelada da matéria-prima é de R$ 94,08; no CS, preço cai para R$ 78,82


novaCana.com - 19 jun 2020 - 10:42

Em resolução publicada hoje (19), o Conselho Monetário Nacional (CMN) definiu quais serão os preços de referência utilizados para a cana-de-açúcar no âmbito do Plano Safra 2020/21. A cultura foi incluída nas condições de incentivo do governo federal em anúncio realizado na última quarta-feira (17).

“O etanol vem na esteira de uma crise forte e incluímos as usinas de cana-de-açúcar no apoio à comercialização do Plano Safra para que possam formar estoques”, disse na ocasião o secretário de política agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eduardo Sampaio.

Desta forma, o CMN estabeleceu um preço de referência a ser pago pela cana-de-açúcar. Para os financiamentos solicitados de 1º de julho de 2020 a 30 de junho de 2021, o preço da tonelada de cana-de-açúcar na região Norte-Nordeste foi estabelecido em R$ 94,08. Já na região Centro-Sul, o valor é de R$ 78,82 por tonelada. A diferença entre as regiões é de 16,2%.

Assim, apenas as usinas que comprovarem o pagamento da matéria-prima por este valor ou mais podem ter acesso aos juros do Plano Safra. Além disso, elas estarão sujeitas aos encargos financeiros preestabelecidos no Manual do Crédito Rural (MCR).

No Financiamento Especial para Estocagem de Produtos Agropecuários (FEE), os produtores de cana-de-açúcar podem acessar um crédito no limite de R$ 4,5 milhões. Nesta modalidade, as garantias podem ser livremente acordadas entre as partes, podendo incluir o penhor de etanol e açúcar ou qualquer outra garantia aceita pela instituição financeira.

Já no Financiamento para Garantia de Preço ao Produtor (FGPP) há um limite de crédito de R$ 32,5 milhões por empresa. Neste caso, o prazo de contratação vai até 31 de dezembro de 2020 para a região Centro-Sul, Norte e Sul da Bahia e até 31 de março de 2021 para o restante da região Nordeste.

O prazo de reembolso, por sua vez, é de 240 dias em ambas as categorias.

novaCana.com