Financeiro

Mercado de CBios inicia 2021 com preço médio de R$ 31,18 por título

Segundo disponibilizado pela B3, distribuidoras adquiriram 187,94 mil créditos na 1ª quinzena de janeiro


NovaCana - 19 jan 2021 - 11:08

Com o início de um novo ano, o mercado de créditos de descarbonização (CBios) entra em uma nova fase. Em 2020, o programa RenovaBio implementou o processo de emissão, compra, venda e aposentadora dos títulos; e 2021 já começou com um saldo de 3,97 milhões de títulos disponíveis no mercado.

Logo no começo deste ano, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgou as metas preliminares para as distribuidoras, que devem adquirir – e retirar de circulação – 24,86 milhões de CBios até 31 de dezembro. O valor é 66,9% superior à meta anterior, referente a 2019 e 2020.

Tanto o objetivo atual quanto o anterior foram reduzidos pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) em setembro do ano passado, levando em conta as consequências da pandemia de covid-19 no mercado de combustíveis.

Até o momento, cerca de 5,3% da meta para 2021 já pode ser cumprida segundo números disponibilizados pela B3, única entidade registradora do RenovaBio. Além do saldo disponível no final de 2020, as produtoras de biocombustíveis já emitiram mais 743,26 mil CBios na primeira quinzena de janeiro. Com isso, 4,72 milhões de títulos estão em circulação no mercado, podendo ser comercializados livremente.

Deste total, 449,13 mil CBios estão em posse das distribuidoras, que compraram 187,94 mil na quinzena. De acordo com a B3, entretanto, nenhum papel foi retirado de circulação desde 30 de dezembro – este processo, chamado aposentadoria, é o que caracteriza o cumprimento das metas por parte das distribuidoras.

cbios b3 2 posse bloqueados

Ainda conforme a B3, desde o início do RenovaBio até o momento, 19,32 milhões de CBios foram emitidos. Já de acordo com a ANP, até 14 de janeiro, as usinas produtoras de biocombustíveis geraram lastros suficientes para a emissão de 19,43 milhões de títulos.

A expectativa é que essa diferença, de 106,64 mil títulos, seja disponibilizada no mercado nos próximos dias.

cbios b3 1 emissao bloqueados

Embora a cultura de cana-de-açúcar viva o período de entressafra na região Centro-Sul, a geração de CBios é vinculada à comercialização do etanol. Desta forma, a negociação dos estoques deve permitir a continuidade da emissão dos títulos pelas sucroenergéticas.

Preços em queda

A doze meses do prazo para cumprimento da meta e com créditos já disponíveis, as distribuidoras realizaram compras a um preço médio de R$ 31,18 por CBio durante a primeira metade de janeiro. O valor está 27,9% abaixo da média histórica de R$ 43,26.

cbios b3 5 preco evolucao bloqueados

Além disso, houve pouca variação de preço nos negócios registrados. Na quinzena, o valor mais alto observado foi em 11 de janeiro, R$ 35,70, enquanto o mais baixo foi visto de 4 a 11 de janeiro, R$ 30.

cbios b3 3 preco block

Ao longo de 2020, por sua vez, o valor dos CBios flutuou entre R$ 15 e R$ 72, acompanhando diferentes condições de mercado.

Renata Bossle – novaCana.com


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail



x