BASF
Financeiro

Mesmo em meio a queda nas receitas, Usina Da Mata lucra R$ 21,17 milhões em 2018

Valor líquido obtido com a venda dos produtos teve redução de 21,3% na comparação anual; resultado se manteve positivo, mas foi agravado por custos estáveis e perdas cambiais


novaCana.com - 17 abr 2019 - 10:54

Com uma moagem de 3,32 milhões de toneladas na safra 2018/19 – crescimento de pouco mais de 5% em relação à temporada anterior –, a Da Mata Açúcar e Álcool poderia ter continuado sua tendência de crescimento também nos resultados financeiros. Porém, a usina localizada em Valparaíso (SP) foi mais uma das sucroenergéticas a registrar uma queda nas receitas e, consequentemente, nos lucros, no último ano.

De acordo com o balanço referente a 2018 (período de janeiro a dezembro), a Da Mata teve um lucro líquido de R$ 21,17 milhões no período. O número, embora seja positivo, representa uma queda de 53,57% na comparação com 2017.

Um dos principais motivos para essa diminuição está na receita. Em 2018, as vendas da companhia – que pertence aos grupos Grendene e Brasif – geraram a entrada de R$ 435,79 milhões, uma queda de 21,3% ante os R$ 553,51 milhões no ano anterior.

Os custos, em contrapartida, não diminuíram no mesmo ritmo.

Leia mais:

- Histórico do desempenho operacional da companhia
- Moagem e área plantada na safra 2018/19
- Os custos que mais impactaram nos resultados da Da Mata
- Impacto da variação cambial
- Variação no valor do ativo biológico da usina
- Perfil da dívida – vencimentos em curto e longo prazo

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou