Financeiro

Lucro da Suedzucker cresce no 3º trimestre, apesar de prejuízos no setor de açúcar


Reuters - 15 jan 2020 - 08:00

A Suedzucker, maior refinadora de açúcar da Europa, confirmou nesta terça-feira uma melhora em seus lucros trimestrais, com a forte demanda por etanol ajudando a compensar os contínuos prejuízos verificados nos negócios de açúcar.

A empresa reportou um lucro operacional de 39 milhões de euros (43,43 milhões de dólares) no trimestre encerrado em novembro, ante prejuízo operacional de 23 milhões de euros em igual período do ano anterior.

“O mercado de açúcar da União Europeia continua deprimido, com os preços excessivamente baixos para que haja uma produção lucrativa”, disse um porta-voz da Suedzucker. “Os preços no mercado global estão subindo e esperamos uma melhora nos valores do açúcar na UE, mas isso pode levar cerca de 18 meses”.

A Suedzucker reafirmou a previsão realizada em dezembro para o lucro operacional consolidado do grupo em 2019/20, projetado entre 70 milhões e 130 milhões de euros, versus 27 milhões de euros no ano anterior.

No entanto, os baixos preços do adoçante fizeram com que a companhia projetasse um prejuízo operacional anual de 200 milhões a 260 milhões de euros em suas operações de açúcar, após um prejuízo de 239 milhões de euros no ano anterior.

A melhora esperada pelo grupo nos resultados é puxada especialmente pelo forte desempenho no bioetanol e em produtos especiais, que vão de pizzas a amido, com um bom desempenho da unidade de combustível renovável Cropenergies.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail