Financeiro

GranBio anuncia IPO e espera levantar R$ 1,5 bilhão na bolsa

O objetivo da abertura de capital é acelerar o licenciamento de tecnologia e dar suporte ao plano de expansão internacional da companhia


Revista Época - 29 jul 2020 - 07:32

A GranBio, empresa de biocombustíveis, contratou os bancos UBS e Citigroup para realizar sua oferta pública inicial de ações (IPO) na B3 até o final deste ano. Segundo a empresa, a expectativa é levantar R$ 1,5 bilhão.

O objetivo é acelerar o licenciamento de tecnologia e, assim, dar suporte ao plano de expansão internacional da companhia.

A GranBio foi fundada em 2011 com foco no desenvolvimento de tecnologias limpas capazes de tornar a produção de biocombustíveis mais eficaz. Em 2013, a empresa adquiriu 25% da empresa americana API e recebeu um aporte no valor de R$ 600 milhões do BNDESPar. No ano seguinte, a produção de etanol de segunda geração (E2G), desenvolvido à base de palha e bagaço da cana, foi iniciada. A empresa hoje exporta o biocombustível para os Estados Unidos.