Financeiro

Emissão de CRAs da Coruripe tem rating rebaixado pela S&P Global Ratings

Perspectiva para as emissões continua sendo negativa, ou seja, há a possibilidade de novo rebaixamento


novaCana.com - 22 mai 2020 - 14:39

Três séries de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs) relacionadas ao grupo sucroenergético Coruripe e emitidas pela EcoAgro tiveram suas notas rebaixadas pela agência de classificação de risco S&P Global Ratings. Agora, as operações da sucroenergética foram classificadas em B- na escala nacional; até então, o rating adotado era BBB-.

Em relatório, a S&P afirma que a decisão foi tomada na última segunda-feira (18). “A ação de rating reflete a revisão de nossa opinião de crédito sobre os ativos que lastreiam ambas as operações que possuem a Coruripe como única devedora”, declara.

Os papéis em questão fazem parte da 161ª série da primeira emissão – lastreada por debêntures e com vencimento em maio de 2021 –, e das duas primeiras séries da sétima emissão, lastreadas por dois Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCAs) e com vencimento em dezembro de 2025.

Em novembro do ano passado, a Coruripe captou R$ 712,7 milhões com a emissão de CRAs, valor 42,5% maior que o inicialmente previsto. Na ocasião, a operação foi conduzida pela XP Investimentos.

Conforme o documento da S&P, a perspectiva dos ratings segue sendo negativa, ou seja, podem ocorrer novos rebaixamentos na próxima avaliação. Entretanto, os títulos foram retirados da lista de CreditWatch negativo.

Esta relação agrupa ratings nos quais foi identificado algum desvio na tendência esperada. De acordo com a S&P, isso pode envolver a necessidade de informações adicionais para avaliação da classificação. “No entanto, a colocação de um rating em CreditWatch não significa que este será inevitavelmente alterado”, explica a agência em seu site.

novaCana.com


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail