BASF
Financeiro

Delta Sucroenergia recebe aval para emissão de debêntures incentivadas


EPBR - 03 out 2019 - 07:34

O Ministério de Minas e Energia (MME) classificou um projeto da Delta Sucroenergia como prioritário para fins de captação de financiamento por meio de debêntures incentivadas. A decisão foi publicada nesta quarta-feira (2).

Trata-se de projeto de produção e estocagem de etanol e biomassa de cana-de-açúcar, durante as safras 2018/19 e 2019/20, nas unidades Delta e Volta Grande, em Minas Gerais.

Os recursos serão investidos na manutenção e recuperação de parte da produção de cana-de açúcar para produção de etanol, com substituição e replantio da cana.

O MME ampliou este ano a possibilidade de emissão de debêntures incentivadas para o setor de biocombustíveis. Projetos em análise podem gerar emissão de R$ 4,2 bilhões, de acordo com informações do Valor Econômico, publicadas em setembro.

São projetos da Raízen Energia, da Ipiranga Agroindustrial e da Usina Melhoramentos Norte do Paraná, além da própria Delta Sucroenergia, autorizado nesta quarta (2).

As debêntures incentivadas são uma alternativa de captação de recursos com isenção da alíquota de imposto de renda de 15% para o investidor.