PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Financeiro

Análise S&P: Cresce risco de calote da USJ e companhia precisa se desfazer de ativos


NovaCana - 08 jul 2015 - 15:00 - Última atualização em: 09 jul 2015 - 11:53

A moderada recuperação do lucro líquido na safra 2014/15 não foi suficiente para que a USJ Açúcar e Álcool (USJ) saísse do movediço terreno de risco de refinanciamento. Na última semana a agência de classificação de riscos Standard & Poor’s rebaixou os ratings atribuídos à sucroalcooleira refletindo a liquidez mais fraca da companhia. Para piorar, existe a possibilidade de mais um rebaixamento nos próximos meses.

"A processadora brasileira de cana-de-açúcar, USJ, enfrenta riscos de refinanciamento, dada a nossa expectativa de geração de fluxo de caixa operacional livre negativa da empresa e elevada dívida de curto prazo", explica a S&P.

No último exercício, encerrado em 31 de março, a companhia obteve um lucro líquido de R$ 12 milhões, enquanto o endividamento atingiu R$ 1,380 bilhão. Após o fechamento do balanço, parte da dívida de curto prazo foi renegociada.

A análise completa apresenta detalhes sobre a situação financeira da companhia, com dados sobre:

- O valor das terras da companhia

- Receita de vendas e crescimento esperado

- Dívida total e dívida de curto prazo

- Valor da dívida refinanciada

- Principais usos de liquidez na safra atual

- Cobertura das fontes de caixa e déficit esperado

- Cláusulas contratuais restritivas descumpridas

- Condições para evitar novo rebaixamento

- Influência da safra 2014/15

- Cenário 2015/16: preço, moagem e produtividade

- Expectativa de recuperação da dívida em cenário de default


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE


x