Financeiro

Comemorando 75 anos, Zilor tem lucro de R$ 447,3 milhões na safra 2020/21

Grupo contabilizou crescimento de 201,6% no resultado líquido, além de um Ebitda ajustado de R$ 773 milhões


NovaCana - 04 ago 2021 - 09:40 - Última atualização em: 05 ago 2021 - 10:29

Enquanto muitas companhias registraram moagens recordes na safra 2020/21, a Zilor relata que já sentiu os efeitos do clima seco e vivenciou uma queda de 7,5% ante a temporada anterior, com o processamento de 10,01 milhões de toneladas. A moagem de cana própria, que representa 27,3% do total, teve um aumento anual de 20,7%, mas o fornecimento de terceiros sofreu uma redução de 15%.

Ainda assim, a companhia tem motivos para comemorar – e não só porque completa 75 anos em 2021. Na safra encerrada em março, a Zilor obteve um lucro líquido de R$ 447,3 milhões, crescimento de 201,6% na comparação com 2019/20, quando conseguiu R$ 148,3 milhões após duas temporadas consecutivas no vermelho.

O resultado divulgado pelo grupo considera as demonstrações financeiras das três usinas – Barra Grande, Quatá e São José, todas em São Paulo –, além da empresa Biorigin, que atua no setor de biotecnologia.

Segundo o diretor-presidente da Zilor, Fabiano José Zillo, a companhia consolidou o processo de mudança que havia sido iniciado em 2019. “Nesta safra, especificamente, foram direcionados esforços para o fortalecimento da estrutura de governança, com melhorias nos controles internos e na eficiência operacional, avaliação de melhores alternativas para captações de recursos e alocação de investimentos, além da disciplina na gestão de custos”, afirma.

De acordo com a companhia, a melhora no resultado advém principalmente do crescimento de 36,3% nos ganhos com açúcar que, suportados pela maior demanda e pelos preços da commodity no período, chegaram a R$ 726,7 milhões. Além disso, a receita líquida da Biorigin, que representa 30,4% do faturamento do grupo, cresceu 48,3% e foi para R$ 757,7 milhões.

Para completar, em abril, o Ministério de Minas e Energia (MME) classificou, mais uma vez, um projeto da empresa como prioritário, permitindo novas debêntures incentivadas para o grupo. Os recursos serão destinados à manutenção e recuperação dos canaviais entre o quarto trimestre da safra 2021/22 e a temporada 2025/26.

Confira na reportagem completa, exclusiva para assinantes:

- Resultados líquidos anuais da Zilor
- Evolução do lucro bruto da companhia
- Relação entre receitas e custos
- Composição da receita
- Dívida atual da companhia e estratégia de alongamento
- Desempenho financeiro


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

Card image


x