PUBLICIDADE
ARMAC
Financeiro

Cerradinho desiste de fazer emissão de ações em bolsa de valores

Pedido de IPO da companhia, protocolado em agosto do ano passado, tinha objetivo de financiar projeto de etanol de milho no valor de R$ 1,4 bilhão


NovaCana - 04 fev 2022 - 11:20

Conforme apuração realizada pelo Valor Econômico, a Cerradinho Bioenergia desistiu de fazer uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês). Com isso, a empresa não consta mais em uma lista de interessados publicada no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

De acordo com o prospecto preliminar divulgado em agosto do ano passado, o IPO buscava levantar recursos para financiar um projeto de etanol de milho em Maracaju (MS). Na ocasião, o investimento para construção foi calculado em R$ 1,4 bilhão, com o começo das obras previsto para o primeiro semestre deste ano e o início das operações em setembro de 2023.

Além disso, o IPO teria ofertas primárias e secundárias. No primeiro caso, os recursos vão para o caixa da empresa; no segundo, para os acionistas que venderem parte de suas fatias na empresa. O processo estava sendo coordenado por Itaú BBA, XP e BTG Pactual.

Atualmente, a Cerradinho controla duas usinas integradas em Chapadão do Céu (GO) – uma produz etanol a partir da cana-de-açúcar, enquanto a outra faz o processamento do milho.

NovaCana
Com informações de Valor Econômico e Reuters


PUBLICIDADE BASF GIGA INTERNAS BASF GIGA INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x