Financeiro

Acionistas da Colombo aprovam emissão de R$ 360 milhões em “debêntures verdes”

Os títulos servirão de lastro para uma emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs)


NovaCana - 05 mar 2021 - 09:09

Conforme adiantado pelo NovaCana, os acionistas da Colombo Agroindústria, que controla três usinas em São Paulo, reuniram-se em 21 de janeiro para tratar da emissão, formalização e operacionalização de debêntures da companhia no valor de R$ 360 milhões.

Em ata publicada no Diário Oficial do estado, a companhia relata que os recursos serão destinados para a compra de insumos agrícolas necessários à produção e industrialização de etanol e energia.

O documento também coloca que os papéis serão “verdes”, ou seja, estarão sujeitos a obrigações de caráter socioambiental e verificação da Sitawi Finanças do Bem, uma organização social de interesse público (OSCIP) que atua na análise da performance socioambiental de empresas e instituições financeiras.

Segundo a Colombo, a Sitawi deve avaliar se as “disposições socioambientais” são satisfatórias conforme critérios e procedimentos próprios de verificação, e emitirá um parecer independente. É este documento que classificará os títulos como “debêntures verdes”.

Na reunião, representantes de 98,2% do capital social da companhia aprovaram a emissão, com apenas dois acionistas minoritários se posicionando contra a proposta. A assembleia foi comandada pelo presidente do conselho de administração da usina Colombo, Sérgio Augusto Colombo.

Leia mais sobre as características das debêntures, os juros remuneratórios e as datas para pagamento no texto completo (exclusivo para assinantes).


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail