Financeiro

As 82 maiores sucroenergéticas: Vendas e lucros diminuem, mas endividamento também cai

Com uma empresa a menos no ranking das 1.000 maiores do país, setor registra redução em faturamento e lucro médios


novaCana.com - 17 dez 2019 - 10:07

 A análise sobre o desempenho econômico do setor sucroenergético depende do ponto de vista adotado. Em uma comparação entre 25 setores da economia, a média das 39 maiores companhias teve uma melhora em seus resultados em 2018 nos indicadores de crescimento sustentável, margem Ebitda, margem da atividade e giro do ativo.

Por outro lado, o desempenho foi menos favorável quando são observados os dados de 82 companhias, conforme publicação anual da revista Exame. Em levantamento feito em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (Fipecafi), a publicação reuniu os resultados financeiros das 1.000 empresas do país com maior faturamento.

Os números do setor – compilados pelo novaCana – demonstram que, na publicação referente a 2018, 82 empresas sucroenergéticas entraram no ranking, uma a menos do que em 2017. Destas, 52 apresentaram lucro, cinco a menos no mesmo comparativo, e 24 apresentaram prejuízo, o mesmo número que em 2017. As outras seis não tiveram seus dados de lucro líquido ajustado divulgados pela publicação.

Em conjunto, o faturamento das companhias foi de US$ 23,71 milhões, 9,45% a menos que os US$ 26,19 milhões de 2017. Com isso, houve uma queda de 8,37% na média das vendas líquidas, de US$ 315,61 milhões para US$ 289,2 milhões entre 2017 e 2018.

Além disso, as 82 empresas lucraram US$ 660,9 milhões, 46,93% a menos que os US$ 1,17 bilhões de 2017. Na média, o lucro foi de US$ 8,69 milhões por empresa – 43,83% menor do que em 2017.

Já a média da taxa de endividamento caiu 4,5 pontos percentuais, passando de 73,13% para 69,84% entre os dois anos. Este indicador é calculado pela soma das dívidas e obrigações de curto e de longo prazos em relação ao ativo total ajustado.

Confira, na versão completa:

- Ranking das companhias com as maiores vendas líquidas de 2018
- Análise da evolução de indicadores financeiros do setor de 2009 a 2018
- Evolução das principais empresas sucroenergéticas, considerando vendas, resultados financeiros e taxa de endividamento


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail