Política

Senado deve debater cartel de distribuidoras de combustíveis e venda de refinaria na Bahia


Agência Senado - 26 mar 2021 - 13:48

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), do Senado Federal, deve convidar o diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Rodolfo Saboia, para debater um suposto cartel das distribuidoras.

O colegiado também deverá debater a venda da refinaria da Petrobras em Mataripe, na Bahia, com o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, e o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Os requerimentos para os debates são do presidente da CAE, Otto Alencar (PSD-BA) e devem ser votados na segunda-feira, 29.

A intenção de debater o preço dos combustíveis no País foi manifestada já na primeira reunião da Comissão neste ano. Ao ser eleito para a presidência do colegiado, Alencar disse que era preciso entender o que acontece nesse setor que influencia toda a economia. Ele ainda manifestou também a vontade de debater a troca no comando da Petrobras.

“Resolver aquilo que é importante para a coletividade, para o Brasil e para a questão da economia, que nos preocupa muito, sobretudo neste momento que nós estamos vivendo. Existe sim, sem dúvida nenhuma, uma insegurança jurídica”, disse.

A pedido de Otto Alencar, a CAE deverá convidar para o debate sobre o suposto cartel das distribuidoras de combustíveis o diretor-geral da ANP, Rodolfo Saboia. O ministro de Minas e Energia e o presidente da Petrobras, por sua vez, deverão ser chamados para esclarecer a venda da refinaria de Mataripe, na Bahia, para um grupo árabe no mês de fevereiro.

O atual presidente da Petrobras deverá ser substituído a partir de 12 de abril pelo general Joaquim Silva e Luna.

Bruno Lourenço


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail