Política

Câmara dos EUA cobra embaixador por usar eleição para pedir fim de tarifa do etanol

Todd Chapman terá que responder por escrito à Comissão de Relações Exteriores da Câmara


Revista Época - 03 ago 2020 - 07:48
Jair Bolsonaro e o embaixador estadunidense Todd Chapman

Deputados do Partido Democrata, nos Estados Unidos, cobraram o embaixador americano em Brasília, Todd Chapman, por ele ter pedido a autoridades brasileiras que reduzam tarifas de importação do etanol americano para favorecer a reeleição de Donald Trump.

Em uma carta enviada nesta sexta-feira a Chapman, o presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos EUA, Eliot Engel, deputado eleito pelo Partido Democrata em Nova York, e Albio Sires, chefe do subcomitê do Hemisfério Ocidental, deputado pelo Partido Democrata em Nova Jersey, citaram reportagem do jornal O Globo que falava da articulação de Chapman a favor de Trump.

O etanol é uma importante fonte de renda para Iowa, estado importante para uma eventual vitória de Trump.

Os democratas questionaram Chapman se de fato ele tem argumentado a favor dos Estados Unidos desta maneira e que envie documentos que mostre se ele “está representando de fato os interesses americanos ou os interesses políticos do presidente Trump”.

Eliot Engel havia sido o deputado que cobrara a família Bolsonaro a se manter distante das eleições dos EUA.

Guilherme Amado


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail