Etanol: Mercado: Regulação

Bolsonaro indica José Gutman como primeiro substituto para diretoria da ANP


EPBR - 03 fev 2020 - 08:22

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta sexta (31) o secretário-executivo da Agência Nacional do Petróleo (ANP) José Gutman como primeiro substituto em caso de vacância na diretoria do órgão regulador. A lista tríplice de substituição foi instituída na nova Lei Geral das Agências Reguladoras, sancionada pelo próprio Bolsonaro ano passado, e tem como objetivo evitar que o órgão fique impossibilitado de tomar decisões por falta de diretores.

José Gutman foi o primeiro funcionário de carreira da ANP a ocupar o cargo de diretor do órgão regulador. Esteve na diretoria da agência entre 2013 e 2017. É graduado em engenharia elétrica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFPR), possui mestrado em Planejamento Energético (Coppe/UFRJ) e especialização em Economia da Regulação pelo Instituto de Economia da UFRJ.

A lista tríplice para a ANP prevê ainda Marcelo Castilho, atual superintendente de Desenvolvimento e Produção, como segundo substituto, e Raphael Moura, superintendente de Segurança Operacional e Meio Ambiente, como terceiro substituto.

No começo do mês, o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, anunciou que deixará o cargo antes do fim do seu mandato, previsto para dezembro deste ano. Acordou com o governo, contudo, que sairia após a indicação de um substituto.

Bolsonaro também indicou a lista tríplice para substituição dos diretores da Aneel. José Rezende Ferraz, atual superintendente de Regulação Econômica e Estudos do Mercado, é o primeiro substituto indicado pela presidente da República para a agência.

Christiano Vieira da Silva, superintendente de Regulação dos Serviços de Geração, e André Ruelli, superintendente de Mediação Administrativa, Ouvidoria Setorial e Participação Pública, foram indicados como segundo e terceiros substitutos, respectivamente.

Felipe Maciel


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail