PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Etanol: Mercado: Gasolina

Queda da gasolina tem impacto discreto na inflação, diz especialista da FGV


CNN Brasil - 16 dez 2021 - 10:27

A queda de R$ 0,07 no preço do litro da gasolina, que começou a valer nesta quarta-feira, 15, deve ter impacto discreto na inflação de dezembro. 

Segundo o coordenador do Índice de Preços do Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas (FGV/Ibre), André Braz, embora o anúncio da Petrobras seja de queda de 3% no preço do combustível, ele deve se refletir em variação de apenas 1% nas bombas.

“O preço da gasolina é muito influenciado também pelo etanol anidro, que está presente com 27% da composição do litro vendido nos postos. Ele sofre com a alta da cana-de-açúcar, por conta das secas que afetaram a última safra. Voltou a chover em outubro, mas o ciclo de produção é longo e, assim, não há nenhuma previsão de refresco”, afirma o economista.

A gasolina é um produto de consumo familiar, diferente do que acontece com o diesel. Contudo, esse combustível não apresentou redução de preços, o que poderia ter um impacto mais forte na economia, segundo Braz. 

“A queda do preço da gasolina será um componente apenas residual, porque é uma variação muito baixa, e que só vai valer na metade do mês, uma vez que os preços vigoraram na tabela anterior até 14 de dezembro. Com o diesel seria um pouco diferente, porque ele é usado no frete de mercadorias e no transporte público. Mas dependeria também do grau de redução para que o impacto fosse significativo”, pondera.

Stéfano Salles


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE


x