PUBLICIDADE
ARMAC
Etanol: Mercado: Gasolina

Não trato com o presidente sobre preço de combustível, diz Silva e Luna

Presidente da Petrobras afirmou que empresa acompanha preços do mercado e ainda disse que privatização é decisão do acionista


CNN Brasil - 11 nov 2021 - 14:57

Em entrevista à CNN na noite desta quarta-feira, 10, o presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna, afirmou não discutir política de preços com o presidente Jair Bolsonaro.

“A minha relação com o presidente Bolsonaro é de profundo respeito e consideração, e isso é recíproco. Eu não trato com o presidente sobre o preço de combustível. Esse assunto não conversamos”, disse.

Joaquim Silva e Luna argumentou que os preços dos combustíveis acompanham os preços do mercado, e reconheceu que estão altos, ressaltando que a inflação é um fenômeno global.

“Vale a pena dizer que os preços estão muito altos. A inflação está elevada e está no mundo inteiro, por uma série de fatores convergentes. O petróleo é uma commodity e não é diferente com ele. O mercado consumidor e produtor é que define esse equilíbrio dos preços”, completa.

Silva e Luna disse ainda que, como a paridade de preços é uma referência e que a Petrobras acompanha o valor de campo, o da gasolina e o do petróleo em diferentes mercados – asiático, europeu, Estados Unidos, por exemplo.

O presidente da estatal destacou que a companhia acompanha “com bastante sensibilidade essa preocupação” com os preços, de não repassar ao consumidor.

“Chegamos a ficar 92 dias sem alterar preços de combustíveis. Não fazemos nenhuma mudança brusca, conjuntural. Procura-se identificar se essa mudança [de preços] ela é estrutural. O cuidado que nós temos é com o abastecimento de mercado”, afirmou.


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x