Etanol: Exportação

Exportação brasileira de etanol sofre queda de 27,8% em julho, para 215 milhões de litros

No acumulado de 2021, país comercializou 1,2 bilhão de litros do biocombustível, alta anual de 8,7%


NovaCana - 05 ago 2021 - 16:07 - Última atualização em: 08 set 2021 - 16:06

As vendas de etanol para o mercado externo, que haviam registrado crescimento no mês de junho, tiveram queda em julho. Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, o país comercializou 215,15 milhões de litros no mês; em comparação com o mesmo mês do ano anterior, a queda foi de 27,8%.

Contudo, o volume acumulado em 2021 chegou a 1,2 bilhão de litros, elevação anual de 8,7% ante o mesmo período do ano passado, quando o país somava 1,1 bilhão. Além disso, o preço médio do biocombustível entre janeiro e julho foi de US$ 507,37/m³, um crescimento de 8,4% ante os US$ 468/m³ de 2020.

Em julho, especificamente, o valor do etanol brasileiro foi de US$ 543,78/m³, alta de 0,2% ante junho e de 26,1% em relação a julho de 2020. Com isso, as exportações geraram uma receita de US$ 117 milhões, queda de 25,1% na comparação mensal e de 9% na anual.

No mês, os maiores mercados foram: Estados Unidos (56,22 mi L), Coreia do Sul (54,46 mi L), Nigéria (26,53 mi L) e Índia (20,70 mi L). Já no acumulado de 2021, os principais destinos do biocombustível brasileiro foram: Estados Unidos (432,21 mi L), China (275,82 mi L), Nigéria (70,09 mi L), Filipinas (31,15 mi L) e Turquia (26,03 mi L).

etanol 01 acumulado mensal preco block

etanol 02 tabela 3 anos block 100321

NovaCana DATA (exclusivo para assinantes)

Lucas Vasconcelos – NovaCana


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

Card image


x