BASF
Etanol: Abastecimento

Queda nos estoques de etanol é acelerada às vésperas da safra 2019/20 [21 gráficos]

Apesar de volume elevado, armazenamento não está “sobrando” quando se considera consumo aquecido, preço competitivo para as usinas e perspectiva de atraso para a retomada da moagem de cana


novaCana.com - 14 mar 2019 - 13:40

Faltando um mês para o início oficial da safra 2019/20, os elevados estoques de etanol hidratado estão respondendo à demanda aquecida. De acordo com a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), as vendas superaram 5 bilhões de litros no primeiro bimestre de 2019, período de entressafra da cana-de-açúcar e, consequentemente, de menor produção do biocombustível.

Conforme dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em 1º de março as usinas do Centro-Sul armazenavam 2,08 bilhões de litros de hidratado – 72,8% a mais que o volume de 1,2 bilhão de litros registrado na mesma data em 2018.

O montante segue alto na comparação especialmente porque, além de terem registrado uma produção elevada ao longo de todo o ano passado, as usinas estão priorizando o armazenamento de hidratado em detrimento do anidro. Neste caso, os estoques no começo do mês estavam 10,4% menores no comparativo anual, com 1,66 bilhão de litros.

No total, o volume estocado de etanol é de 3,74 bilhões de litros, um crescimento de 22,3% na posição anual. Em volume, a diferença é de 682,36 milhões de litros, inferior aos 884,27 milhões registrados na quinzena anterior, o que indica uma aproximação entre os dois valores.

Segundo o diretor da consultoria Datagro, Plínio Nastari, por mais que os estoques de hidratado estejam maiores no Centro-Sul, a demanda aquecida faz com que eles sejam suficientes para apenas poucas semanas de consumo.

“Os estoques estão caindo rapidamente e devem ser suficientes até o começo de abril. Não tem muito estoque sobrando”, afirmou ao Valor Econômico. Ainda de acordo com ele, com a perspectiva de um atraso no início da safra 2019/20 por conta das chuvas, os preços de venda do biocombustível não devem cair para as usinas.

Em 1º de março, a maior parte do etanol armazenado estava em São Paulo, maior produtor e consumidor do país. O estado abrigava 2,29 bilhões de litros (+18,8%), sendo 1,14 bilhão de litros de hidratado (+56,7%) e 1,15 bilhão de litros de anidro (-4,22%).

etanol 01 total block

etanol 04 total estados block

etanol 02 hidratado block

etanol 05 hidratado estados block

etanol 03 anidro block

etanol 06 anidro estados block

novaCana DATA (exclusivo assinantes)

novaCana.com
Com informações do Valor Econômico

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou