Etanol: Abastecimento

Estoques de etanol do Centro-Sul encerram 2020 com 8,4 bilhões de litros [21 gráficos]

Volume disponível nas usinas para o período de entressafra é 3,7% maior que o registrado um ano antes


NovaCana - 15 jan 2021 - 15:35

O acompanhamento do armazenamento de etanol pelas usinas da região Centro-Sul segue demonstrando a tendência de aproximação ante os resultados vistos na temporada anterior. Em 1º de janeiro, o volume nos tanques era de 8,36 bilhões de litros, caracterizando uma queda quinzenal de 1,27 bilhão de litros. Ainda assim, trata-se de um aumento de 3,74% ante os 8,06 bilhões de litros vistos no ano anterior.

Ao longo da safra 2020/21, o mercado de combustíveis viu uma queda na demanda, que levou à elevação dos volumes estocados do biocombustível. Entretanto, com a redução na produção ao longo do ano, a retomada no consumo e a chegada levemente antecipada da entressafra, os estoques passaram a assemelhar resultados de temporadas anteriores.

Apesar disso, há uma diferença nos volumes armazenados de anidro e hidratado. No primeiro caso, os 3,1 bilhões de litros observados em 1º de janeiro representam uma elevação de apenas 0,73% no comparativo com o mesmo período do ano anterior.

De maneira geral, as vendas de anidro tem se mostrado mais aquecidas, já que a comercialização de gasolina foi menos afetada pela queda na demanda em comparação com o etanol. Na segunda quinzena de dezembro, por exemplo, a União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica) reportou um aumento anual de 0,7% nas vendas. Ainda assim, no acumulado da safra 2020/21, foi registrada uma queda de 2,5%.

Por sua vez, os estoques de hidratado observados em 1º de janeiro estavam 5,6% maiores na comparação anual, com 5,26 bilhões de litros. “O volume de etanol hidratado entregue pelas unidades produtoras do Centro-Sul ao longo 2020 apresentou variações negativas em todos os meses do ano”, observa a Unica.

Especificamente, na última quinzena de 2020, a retração na comercialização foi de 1,6%. Já no acumulado desde o início da safra 2020/21, a queda foi de 13,7% – um resultado 11,2 pontos percentuais acima do visto no mercado de anidro.

São Paulo

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor de etanol do país, a queda no volume armazenado observada nas últimas quinzenas foi ainda mais acentuada. Em 1º de janeiro, os tanques de etanol do estado somavam 4,74 bilhões de litros, uma redução de 2,7% na comparação anual.

A maior parte do declínio se deu, novamente, na armazenagem de anidro, registrada em 1,91 bilhão de litros – 9,5% abaixo da observada um ano antes. No estado, os volumes de anidro estão abaixo do registrado em 2019/20 desde 1º de setembro, com exceção do acompanhamento de 16 de outubro.

Por sua vez, os estoques de hidratado das usinas paulistas registraram um crescimento de 2,5% na comparação anual, somando 2,83 bilhões de litros.

etanol 01 total block

etanol 04 total estados block

etanol 03 anidro block

etanol 06 anidro estados block

etanol 02 hidratado block

etanol 05 hidratado estados block

novaCana DATA (exclusivo assinantes)

Renata Bossle – novaCana.com


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR