PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Etanol: Abastecimento

Estoques de etanol do Centro-Sul chegam a 2,92 bi litros em 1º de junho [21 gráficos]

Aumento quinzenal foi de 29%; na comparação anual, queda é de 10,5%


NovaCana - 13 jun 2022 - 15:21 - Última atualização em: 14 jun 2022 - 07:08

A armazenagem de etanol pelas usinas do Centro-Sul continua a aumentar gradativamente ao final de maio. Ainda assim, o volume total está abaixo do visto em anos anteriores, um efeito do início mais lento de safra.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgados na última sexta-feira, 10, os estoques de etanol da região somavam 2,92 bilhões de litros no dia 1º de junho, um aumento quinzenal de 29%. Ou seja, o volume nos tanques subiu em 657,27 milhões de litros.

Já na comparação anual, esta quantidade representa uma queda de 10,5%; no mesmo período em 2021, 3,26 bilhões de litros estavam estocados.

Apesar da diminuição do volume, os estoques seguem em uma curva ascendente semelhante à vista na mesma época em 2021/22, quando foram armazenados 696,49 milhões de litros, um aumento quinzenal de 27,1%.

Segundo a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), foram fabricados 2,03 bilhões de litros de etanol na segunda metade de maio deste ano. Isso significa que o equivalente a 32,4% da produção foi armazenada.

A entidade também informou que as vendas do biocombustível continuam em queda: no período, foram comercializados 2,34 bilhões de litros, uma retração de 7,13% na comparação anual.

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor do renovável, o volume estocado no início de junho foi de 1,62 bilhão de litros, uma queda anual de 13,1%. Já Goiás e Minas Gerais registraram aumentos de 6,7% e 8,8%, respectivamente.

etanol 01 total block 160522

etanol 04 total estados block 160522

Anidro e hidratado

Considerando o tipo de etanol, tanto o anidro quanto o hidratado aumentaram seus volumes armazenados na comparação quinzenal. Ainda assim, as quantidades seguem abaixo das registradas um ano antes.

Em 1º de junho, estavam estocados 950,38 milhões de litros do biocombustível para ser adicionado à gasolina, acréscimo de 36% ante a segunda quinzena de maio.

O volume representa uma queda de 17,2% em comparação com os 1,14 bilhão de litros armazenados no mesmo período de 2021. Em relação aos 1,57 bilhão de litros observados nos estoques em 2020, a queda foi de quase 40%.

Já o etanol a ser utilizado diretamente para abastecer os veículos apresentou um aumento quinzenal de 26%, com 1,97 bilhão de litros. Um ano antes, esse total era de 2,11 bilhões de litros, representando uma queda de 7%. Em comparação com os 2,88 bilhões de litros armazenados em 2020, a retração chega a 31,7%.

Em São Paulo o estoque de anidro chegou a 539 milhões de litros, queda anual de 19,7%. Enquanto isso, o hidratado somou 1,08 bilhão de litros, retração de 9,3% ante a temporada passada.

etanol 02 anidro block 160522

etanol 04 anidro estados block 160522

etanol 02 hidratado block 160522

etanol 04 hidratado estados block 160522

NovaCana DATA (exclusivo assinantes)

Giully Regina – NovaCana


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x