Cana: Safra / Moagem

Uma safra de recuperação: Sete perspectivas para a cana em 2022/23 e 2023/24

Na média, especialistas estimam uma moagem de 550,3 milhões de toneladas para o ciclo vigente e de 581,9 milhões de toneladas para o próximo


NovaCana - 04 out 2022 - 09:45

Os canaviais do Centro-Sul sofreram com intempéries climáticas que levaram à menor produção de cana-de-açúcar dos últimos dez anos em 2021/22. Passado pouco tempo, eles ainda não têm condições de entregar volumes de matéria-prima muito elevados, mas estão aptos o suficiente para renderem mais na temporada vigente e em 2023/24.

Durante a Conferência NovaCana 2022, as empresas BTG Pactual, Czarnikow, FG/A, Platts, Pecege, StoneX e Sudcen apresentaram suas visões para a safra atual e para a que virá, projetando o quanto a produção pode crescer. Para acessar mais conteúdos sobre o evento, clique aqui.

Para 2022/23, que já se encaminha para a entressafra, a diferença entre o maior e o menor dos seis números apresentados para a moagem de cana no Centro-Sul brasileiro foi de somente 12,5 milhões de toneladas. Já no caso do ciclo 2023/24, os valores oscilaram mais, em 42 milhões de toneladas, afinal, muito pode ocorrer até lá.

Além disso, os palestrantes apresentaram seus principais argumentos referentes não somente à moagem, mas também quanto a produtividade, qualidade da cana, mix de produção e volumes de açúcar e etanol. Entre os principais fatores analisados estão: custos de produção, clima, tributação dos combustíveis e mercado internacional.

Confira na versão completa (restrita aos assinantes do NovaCana) os valores e médias apresentados pelas empresas, além das suas justificativas.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x